quinta-feira, 21 de junho de 2012

O DESABAFO

E agora meninos? Cresceram e a escola chegou ao fim. A inclusão até que foi boa, sobretudo nos primeiros anos, quando os outros meninos ainda sabiam que o mundo é um lugar para todos. Depois do 9.º  anos as coisas complicaram-se e os corredores da escola foram ficando mais estreitos. Tão apertados de gozos, de insultos e de acusações que quase nem vos deixavam passar. Sei que custou, que estavam ansiosos para acabar os estudos e livrarem-se desses colegas malvados. Já não havia paciência nem alma para tantos pontapés. Sei que passaram por todas as humilhações calados e em segredo. Fazer queixinhas só serviria para piorar a situação.
Mas e agora? Os matulões espalham-se por toda a parte, estão nos cursos profissionais, nas universidades, nas filas do primeiro emprego. Existem os vossos direitos, sim, mas quando a vida é a doer, os legisladores lavam as mãos, e os técnicos que sempre vos apoiaram, não têm tempo para adultos, pois já têm na calha outros meninos tão especiais quantos vós já o foram.

Agora? Talvez uma CERCI, por exemplo...

segunda-feira, 9 de abril de 2012

SOBRE A INUTILIDADE

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

BARBIE CADEIRA DE RODAS, MAS QUE BRINCADEIRA É ESTA?


De todas as iniciativas que conheço para sensibilizar sobre a deficiência, esta é uma das mais abjecta, tola e sem sentido.

Daqui há nada ainda existirá alminhas que, mesmo não precisando, vão comprar cadeiras de rodas só porque é fashion...

Há coisas que não desejo ao meu pior inimigo. Muito menos à estúpida duma barbie.